A renúncia de um chamado.

   A renúncia de um chamado.

 Gênesis 12:1 “Ora, o Senhor disse a Abrão: Sai da tua terra e da tua parentela, e da casa de teu pai, e vai pra terra que eu te mostrarei”.

 Comentário:

Este texto nos apresenta alguns quesitos da chamada de Deus na vida do patriarca Abraão exatamente em um período de recomeço na história da raça humana. Deus havia destruído os seres viventes com o dilúvio restando apenas Noé e sua família. Mas a terra estava sendo povoada novamente, e o projeto de Deus para com o homem necessitava de continuidade, Deus precisava levantar homens para que a sua obra fosse manifesta na terra e o seu nome fosse glorificado.
   Deus encontrou em Abrão a possibilidade de ser seu instrumento na terra, e para isso precisava oficializar sua chamada ,e é aqui que encontramos a aparição do Senhor ao patriarca.
  É importante entender que a noticia do dilúvio havia se espalhado nesta nova geração pós-diluviana e a imagem de Deus em muitas mentes passou a ser de um Deus irado, bravo, carrasco, quando na verdade, Deus sempre foi bondoso, misericordioso,porém, um Deus justo e  zeloso, que não aceita zombado.
   E esta imagem de um Deus bondoso e zeloso precisava ganhar a confiança dos homens, então perceba que, Deus chega com um certo jeitinho para Abrão, embora a ordem desta chamada começa com exigências mas acompanhada de promessa. Deus lhe faz sete promessas já mostrando por aí, sua perfeição e suficiência quando lhe diz: “Far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome, e tu serás uma benção. Abençoarei os que te abençoarem, amaldiçoarei os que te amaldiçoarem, e em ti serão benditas todas as famílias da terra”.  Todas estas seriam as bênçãos de Deus para Abrão, mas como tudo tem um preço e a idéia que nós construímos de que as bênçãos de Deus já estão sobre nós, não é tão simples assim. Deus não faz barganha, mas faz exigências; Deus não vende, mas cobra preço, e o preço de Deus não é em Real, Dólar, Yin, e nem Euro, mas em obediência a sua palavra. Com Deus é simples, é só obedecer a palavra e a benção chega.
    Então vejamos algumas exigências de Deus para a chamada de Abrão:
●         Ora, o Senhor disse a Abrão: “Sai da tua terra e da tua parentela”. Deus sabia que era necessário Abrão se desprender de algumas coisas que poderiam lhe atrapalhar na sua chamada, o apego familiar lhe prendia,sua cultura e costumes lhe prendiam. Agora perceba, que no capítulo 11 e versículo 31 diz que Terá, pai de Abrão saiu com sua família para Canaã , mas chegando em Harã, habitaram ali.
   Pararam no meio do caminho, e se parou lá é porque encontrou comodidade e conforto, e seguir o caminho de Deus quando já alcancei os meus objetivos pessoais não é fácil, e é preciso entender que o propósito de Deus vai além do que eu penso. Terá encontrou conforto em Harã e enterrou o umbigo lá, então Deus resolve investir em seu filho Abrão, mas diz : Sai daí. Querendo levar-lhe a um comportamento de renúncia, e é exatamente isto que Deus exige aqui, “renuncia”. O apóstolo Paulo escreveu aos Romanos 12:2 dizendo: “E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.”  A conformidade com este mundo está afastando muita gente da vontade de Deus, é  preciso renunciar, sabendo que existem coisas que não apresentam pecado em si, mas nos afastam de Deus levando aos prejuízos  espirituais.
    A bíblia diz que Moisés recusou ser chamado filho da filha de Faraó a ser maltratado com o povo Hebreu, do que por um pouco ter o gozo do pecado. Onde está o pecado aí? Porém Moisés entendeu que o trono lhe afastaria da vontade de Deus em lhe fazer libertador de Israel, e tudo aquilo que me afasta de Deus é pecado. Moisés disse: Se o trono vai  me tirar da vontade de Deus, eu digo não ao trono. O crente precisa entender isto: Se os amigos estão me conduzindo a um afastamento de Deus, sai dos amigos; se a novela está me roubando a fé, diga não a novela. Tudo aquilo que entendemos que nos afasta de Deus, é preciso renunciar.
   Quem renuncia Deus exalta, Eliseu quando chamado para suceder Elias, matou os bois , queimou os carros, e recebeu porção dobrada do Espírito que estava sobre Elias. Moisés renunciou o trono da terra mas ganhou lugar de honra no céu, Ele disse: Eu renuncio a política porque prefiro liderar o povo de Deus e ser honrado no céu; estou falando de renúncia. Todos os grandes homens chamados por Deus tiveram que renunciar na vida, e o processo da renúncia não se dá em apenas uma só vez, mas deve ser um ato diário. Abrão renunciou Harã mas recebeu Canaã, eu explico isto, renunciou uma terra de fartura aparentemente, mas cheia de miséria espiritual, e recebeu Canaã farta das bênçãos e riquezas de Deus.
   A bíblia diz que Pedro saiu da pesca para acompanhar Jesus e num momento de solidão  pós a crucificação de Cristo, Pedro coloca um chortão de banho e vai pescar, quebrou a cara, virou a rede de um lado e de outro e não pescou nada; Jesus aparece e diz: lançai a rede para a direita. Lançaram e colheram a rede cheia de peixes, mas quando saltaram do barco viram Jesus com peixe assado pronto para comer; era o Senhor ensinando que ele tem vitória pronta à espera quem renuncia.